Agosto Dourado será tema de encontro sobre aleitamento materno

Em alusão à 25ª Semana Mundial da Amamentação, que é comemorada de 1º a 7 de agosto, a Secretaria Municipal da Saúde promove o segundo Encontro de Puérperas com o tema “Agosto Dourado”. O objetivo é estimular a amamentação exclusiva até o sexto mês de vida e complementado até dois anos ou mais. O público-alvo são mulheres 45 após o parto e mães que amamentam bebês de até um ano.

A atividade ocorrerá dia próxima terça-feira, dia 25 de julho, no auditório da Unidade Básica de Saúde (UBS), a partir das 13h30min. A fonoaudióloga Gisele Fernanda Schaurich Rezende falará sobre linguagem e desenvolvimento da fala. Será equipado um estúdio fotográfico. As imagens captadas virarão um varal que deverá ser exposto na Unidade.

Saiba mais

O mês de agosto é conhecido como Agosto Dourado porque simboliza a luta pelo incentivo à amamentação. A cor dourada está relacionada ao padrão ouro de qualidade do leite materno. São 30 dias em que são celebrados a promoção, a proteção e o apoio ao aleitamento.

Há 25 anos acontecem ações, no mundo todo, em prol da amamentação. São dias de atividades que buscam promover o aleitamento exclusivo até o sexto mês de vida, se estendendo até os dois anos ou mais. A Semana Mundial de Aleitamento Materno faz parte de uma história focada na sobrevivência, proteção e desenvolvimento da criança. Atualmente, é considerada um veículo que promove o aleitamento em 120 países. No Brasil, o Ministério da Saúde coordena as ações desde 1999. Estudos indicam que somente cerca de 9% das crianças brasileiras beneficiam-se do aleitamento materno exclusivo. E a média, geralmente, é de apenas 54 dias de amamentação por criança. Estes números são as evidências das quais precisamos para entender a urgência da necessidade de participação e colaboração de todos em prol do aleitamento materno.

Foto: Divulgação

Escola se prepara para Feira de Ciência da Univates

 

Nos dias 3 e 4 de outubro será realizada a 7ª Feira de Ciências da Univates: descobrindo talentos para a pesquisa”.

Como forma de preparação, oito alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Ipiranga participaram da oficina “construindo projetos de pesquisa”.

A atividade ocorreu no dia 5 de julho. Na oportunidade, receberam orientações quanto a estrutura dos projetos de pesquisa, bem como esclarecimento de dúvidas sobre a feira.

Foto: Divulgação

Oito candidatas disputam o título de Menina Flor

 

Oito candidatas de seis a oito anos de idade, residentes em Colinas, participam do concurso Menina Flor. A escolha ocorrerá dia 23 de julho e está sendo promovida pelo Centro Cultural Morgenstern, com o apoio da Administração Municipal. O evento será realizado no Centro Comunitário de Colinas a partir das 10h30min.

A eleita receberá o cargo de Ana Luiza Helfenstein, 10 anos, pelo biênio 2017/2018. Tradicionalmente no Blumentanzfest, a Menina Flor faz a abertura do evento. Além de representar a festa, ela é a guardiã dos jardins. Neste ano, a 26º edição da Festa das Flores será realizada no dia 16 de setembro.


Candidatas

Ana Luisa Zancanaro – 8 anos;

Bruna Gabrieli Plentz – 8 anos;

Daiane Nepomuceno Soares – 8 anos;

Eduarda Barrow de Borba – 7 anos;

Estela Seus Armesto – 7 anos;

Gabrieli Fernanda Hanatzki Von Mühlen – 6 anos;

Maria Luiza Brasil Rex – 7 anos;

Yasmin Cristhine Scharb Klein – 6 anos

 Foto: Juremir Versetti/Agência Chinelagem Press/Arquivo

Semifinais da Bocha: Jogos da volta acontecem neste fim de semana

 

O Campeonato Municipal de Bocha chegou a etapa da semifinal na último fim de semana. Os jogos de ida tiveram os seguintes resultados:

Sociedade Ano Bom Baixo X Bar do Frozza, na Linha Ano Bom

Saldo de cada partida: 04 a 15; 15 a 12; 15 a 04

2 X 1 (placar final);

SER Juventude X Ano Bom Alto A, na Linha 31 de Outubro

Saldo de cada partida: 12 a 15; 15 a 11; 04 a 15

1 X 2 (placar final)

No próximo final de semana acontecerão os jogos de volta das semifinais, quando enfrentam-se Bar do Frozza x Sociedade Ano Bom Baixo, no Bar do Frozza; e Ano Bom Alto x SER Juventude, na Linha Ano Bom Alto

Alunos participam de projeto de leitura e gincana cultura

De 20 de junho a 10 de julho, alunos das Séries Finais do Ensino Fundamental da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Ipiranga estiveram envolvidos em um Projeto de Leitura baseado na obra “Max e os felinos”,  do escritor Moacyr Scliar.

Inicialmente, trabalhou-se a autonomia na leitura silenciosa da obra, com apoio de dicionário para esclarecimento de dúvidas em relação ao vocabulário. Na sequência, estudantes tiveram contextualização histórica da obra em breve palestra com professor Werner Hilgemann. Em diferentes aulas, professores abordaram assuntos relativos às suas disciplinas.

A partir de 29 de junho os alunos foram divididos em equipes para participaram de uma Gincana Cultural Interdisciplinar elaborada por professores, tendo por base a biografia do autor, enredo do livro e polêmicas envolvendo o possível plágio do escritor canadense Yann Martel ao escrever “Life of Pi”.

As tarefas da gincana foram bastante diversificadas, desde as tradicionais “rapidinhas” com perguntas ou atividades realizadas na hora, bem como outras com prazo de alguns dias para fabricação, coleta ou desenvolvimento.

As equipes construíram utilizando materiais recicláveis, um escaler representando a embarcação onde o personagem do livro passa parte da história; criaram seu próprio kit de sobrevivência imaginando-se em uma situação de naufrágio; traduziram pequenos textos e cantaram canções de ninar nas línguas alemã e inglesa; declamaram poemas de autores citados na obra; trabalharam linguagem artística na releitura da capa do livro, dobraduras de origamis e dança de um tango; e buscaram cartas, fotos e moedas antigas. Além disso, tarefas da gincana envolveram a comunidade local, comerciantes, pescadores e donos de carros antigos.

Concluindo a programação, no dia 10 de julho os alunos assistiram ao filme “As aventuras de Pi”, baseado no livro do autor canadense envolvido na polêmica do plágio e puderam fazer um comparativo entre as histórias. No dia 11, as turmas receberam a classificação final dos pontos de suas equipes. A primeira colocada terá como prêmio uma sessão de cinema em data a definir.

“De maneira geral a avaliação do projeto foi bastante positiva, foco na leitura, trabalho em equipe, engajamento e mobilização da comunidade.”, afirma a diretoria, Aline Horst.

 Fotos: Divulgação

Obras restaura sinalização viária do município

 

Visando a maior segurança da população, a Administração Municipal, através da Secretaria Municipal de Obras, está efetuando a pintura de faixas de pedestres localizadas em vários pontos do centro da cidade, como nas ruas Olavo Bilac e Tiradentes, imediações do Centro Municipal e Posto de Saúde. Áreas destinadas ao estacionamento dos veículos também receberam pintura.

“Percebemos a necessidade de melhorar a sinalização das vias para aumentar a segurança do trânsito e poder proporcionar mais qualidade na mobilidade no município”, afirma o Secretário Municipal de Obras, Odilo Antônio da Costa.

Foto: Vitória Stürmer Bortoletti

Ipiranga exerce a cidadania em projeto social

 

A turma do 9º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Ipiranga recolheu contribuições para um projeto social desenvolvido em aula. Tratou-se de uma visita à Associação dos Menores de Arroio do Meio (AMAM), que abriga crianças e jovens de um a 18 anos.

O objetivo foi conhecer uma realidade diferente, aprendendo a valorizar a sua situação de vida e a desenvolver atitudes de solidariedade, carinho e bondade.

Na manhã de sábado, dia 8 de julho, as doações foram entregues e também foram desenvolvidas atividades lúdicas, esportivas e culturais. Foi um momento de grande aprendizado e de troca de experiências de vida.

A turma agradece a todos que colaboraram com alguma doação.

Foto: Divulgação

Unidade de Referência em Leite recebe dia de campo em Colinas

Com o objetivo de abordar diversos assuntos relacionados à produção leiteira, a Emater/RS-Ascar – com o apoio da Prefeitura de Colinas, Secretaria da Agricultura e Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), além de empresas parceiras – realizou na quinta-feira, dia 6 de julho, na propriedade dos agricultores Ana Cristina e Marco Rohr, um dia de campo sobre leite. Localizada na Linha Roncador, a propriedade da família Rohr é Unidade de Referência (UR) na Chamada Pública do Leite – operacionalizada pela Emater/RS-Ascar por meio de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) do Governo Federal.

Na ocasião, cerca de 70 agricultores de diversos municípios do Vale do Taquari, acompanharam estações com os temas: adubação química e orgânica, qualidade do leite (controle de células somáticas e contagem bacteriana total), sistemas de produção e gerenciamento da propriedade, criação da terneira e sucessão familiar na atividade leiteira. Além destas, também foi apresentada uma estação com as parcelas implantadas de azevém, centeio, trigo forrageiro e tífton. As atividades foram ministradas por técnicos da Emater/RS-Ascar e por representantes das empresas Laticínios Steffenon, Agro Tech e Timac Agro.

 

Anfitriã do dia, a agricultora Ana Cristina Rohr valorizou a atividade, ressaltando a importância da troca de experiências entre técnicos e agricultores como forma de qualificar a atividade. “O Marco participa de todas as capacitações que pode e elas nos ajudam muito a evoluir na produção leiteira”, analisa. Atualmente com 36 vacas em lactação que, juntas, produzem mais de 900 litros de leite diários, Ana se mostra feliz com a troca de ares, que fez com que voltassem ao campo, após alguns anos de trabalho em uma fábrica de calçados local. “Na verdade o leite sempre esteve presente em nossas vidas, desde os meus avós”, resume.

 

O processo de profissionalização vivido pela família Rohr, que em 2007 possuía apenas seis vacas produzindo leite e que ainda tinha a cana-de-açúcar como o principal produto na propriedade, é destacado pela extensionista da Emater/RS-Ascar, Lídia Dhein, como uma espécie de padrão, entre aqueles que optam por ficar ou retornar ao campo. “Se comparado há dois ou três anos atrás, Colinas reduziu de 143 para 124 produtores”, comenta. “Ainda assim, o número de animais e a produtividade saltaram, respectivamente, de 2082 para 2350 animais e 8,2 milhões de litros de leite produzidos ao ano, para 8,5 milhões”, salienta.

Presente no evento, o gerente regional da Emater/RS-Ascar, Marcelo Brandoli, ressaltou a importância da busca por informação e por qualificação por parte dos agricultores. “A nós, gestores, cabe instrumentalizar os produtores, apresentando a eles as tecnologias e políticas públicas disponíveis”, afirmou, valorizando ainda o trabalho em parceria com diversas entidades. O evento contou ainda com a presença de outras autoridades, como o gerente adjunto da Emater/RS-Ascar, Carlos Lagemann, o supervisor Álvaro Mallmann e o presidente do STR de Colinas, Seno Messer, além de secretários e representantes de prefeituras de municípios vizinhos.

Fonte: Ass. de Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional de Lajeado

Fotos: Stúdio A Fotografia

Município recebe médico cubano

 

Alexander Símon Hernandez, 28 anos, é o mais novo profissional da Unidade Básica de Saúde. Através do Programa Mais Médicos, do Governo Federal, o médico cubano chegou a Colinas na última quarta-feira, dia 5 de julho. Ele atuará 32 horas semanais em atendimentos para a comunidade em geral e oito horas dedicadas ao estudo.

Hernandez é natural da Província de Artemisa, Cuba. Ele assume o lugar de seu pai Roberto Alexi Simon Rojas, que permaneceu no município de 2014 até o mês de maio. É especialista em medicina familiar e atenção primária em saúde. O profissional atenderá de segunda a quinta-feira, das 8h às 11h30min e das 13h30min às 17h, pelo período de três anos. “Quero contribuir com a saúde, bem-estar e qualidade de vida da comunidade. Por isso me dediquei e estou aqui para somar, juntamente com a equipe, e buscar o melhor para a população”, sustenta.

Fotos: Vitória Stürmer Bortoletti e Divulgação

Portais:

                                                         webmail