Colinas em busca de mais qualidade educacional

 

Educação de qualidade se constrói através do diálogo, empenho e participação ativa de todos os envolvidos: alunos, professores, monitores, funcionários, equipe administrativa das escolas, secretaria de Educação e pais e/ou responsáveis. Neste sentido, a Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Turismo e Desporto, juntamente com o Conselho Municipal de Educação (CME), propiciaram um momento de conversa entre as direções das escolas, os representantes dos Conselhos Escolares (CEs) e das Associações de Pais e Mestres (APMs) da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Ipiranga e Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Pequeno Mundo. Na ocasião, ocorrida na Câmara Municipal de Vereadores na tarde de segunda-feira, dia 18 de março, foram apresentadas e discutidas as atribuições de cada órgão e reforçada a importância da participação ativa de cada integrante, uma vez que representam pais e a comunidade.

 

Em seguida, ocorreu um momento de esclarecimento e análise do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), assim como de que forma que ocorre a avaliação externa, em quais períodos (bianual em anos ímpares), em quais turmas (5º e 9º ano) e critérios para o cálculo do índice, que surge da multiplicação da proficiência dos estudantes nas avaliações de português e matemática pela taxa de aprovação. A avaliação começou a ser aplicada em Colinas no ano de 2007. No 9º ano, a avaliação foi empregada apenas em 2007 e 2017, pois havia a exigência de turma de no mínimo 20 alunos, número que foi reduzido para 10 no último ano de avaliação. O histórico dos índices alcançados em português e matemática, tanto do 5º quanto do 9º ano, foram analisados e, a partir dessa discussão, foram apresentadas algumas estratégias que estão sendo aplicadas e planejadas para melhorá-los. Os presentes também deram ideias de como eles, como representantes dos pais, poderão auxiliar nesse processo. Todas as contribuições foram válidas e serão aplicadas durante o na de 2019. Os dados do IDEB estão disponíveis no site do Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) para livre consulta.

 

Foto: Divulgação

Portais:

                                                         webmail