Controle do Aedes Aegypti: Colinas dá início ao LIRA 2019

Na última semana, o município de Colinas realizou o 1º ciclo do Levantamento de Índice Rápido para Aedes (LIRA) do ano de 2019. Ao todo, serão realizados quatro ciclos preconizados pelo Ministério da Saúde que classifica como uma ferramenta fundamental para direcionamento e intensificação das ações antivetoriais.

 

O processo é feito através de amostragem, em que alguns domicílios são vistoriados por meio de sorteio. Existem ainda outros tipos de monitoramento que devem ser executados ao longo do ano, entre eles armadilhas em pontos fixos, revistas em pontos estratégicos, como cemitérios, e visitas domiciliares em 100% dos imóveis do centro da cidade. Os próximos ciclos do LIRA contarão com  Agente de Endemias, profissional que está sendo contratado pelo município através de processo seletivo.

 

As seis Agentes Comunitárias da Secretaria Municipal de Saúde auxiliam nesse levantamento todos os anos. Ao todo, foram coletadas em torno de 260 larvas, que foram enviadas para a 16ª Coordenadoria Regional da Saúde para análise e verificação se dentre as amostras há larvas de Aedes Aegypti.

 

“Encontramos larvas de mosquito em uma tampinha de garrafa PET cheia de água jogada em um terreno baldio”, diz uma das Agentes Comunitárias de Saúde. O setor de Vigilância em Saúde está focado em estratégias como ações de conscientização da população e capacitação de profissionais para combater o mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya no município.

 

Foto: Divulgação

Portais:

                                                         webmail